SUB-17 -Brasil encara Itália por vaga na semifinal;

ADAURY VELOSO = Um dos maiores clássicos mundiais de seleções, Brasil e Itália irão medir forças na noite desta segunda-feira (11), pelo Mundial sub-17 que está sendo realizado em território brasileiro. O jogo, que será realizado no Estádio Olímpico, em Goiânia, às 20h, acontece pelas quartas de final da categoria. Na fase anterior, a equipe verde-amarela derrotou o Chile, por 3×2, enquanto a Azurra deixou o Equador pelo caminho, após vitória magra de 1×0.

Em entrevista coletiva na véspera do duelo, o técnico Dalla Déa ressaltou a força do adversário. Apesar de não ter grande retrospecto nas competições de base, a Itália representa uma das escolas mais tradicionais do futebol mundial. “A gente sabe que a Itália é uma excelente equipe, a gente conhece bem os seus jogadores. Todas as seleções que estão no Mundial estão bem preparadas para a conquista. Esperamos que seja um grande jogo, como os das décadas passadas também, em 1970, 1994 (referindo-se ao futebol profissional).

Para o confronto perante os italianos, o Brasil terá algumas mudanças, em relação aos titulares que iniciaram a partida contra o Chile. O volante Diego Rosa cumprirá suspensão, enquanto no ataque, Talles Magno perderá o resto da competição por lesão na coxa. Talles Costa deve herdar a vaga na cabeça de área e Pedro Lucas é o provável substituto na parte ofensiva. Pedrinho, como é conhecido entre os colegas, entrou bem no segundo tempo na classificação sobre os chilenos. Sendo assim, o time brasileiro deverá ter quatro atacantes entre os titulares e um meia ofensivo. Suspenso nos últimos dois jogos, após ser expulso contra a Nova Zelândia, Yan teve sua presença confirmada por Dalla Déa na lateral direita. O vencedor do confronto Brasil x Itália enfrentará Espanha ou França, que fazem o clássico europeu às 16h30, também no Estádio Olímpico. As duas seleções, assim como o Brasil, estão invictas e foram líderes dos seus respectivos grupos. Enquanto os espanhóis marcaram nove gols e sofreram apenas dois tentos em todo o campeonato, os franceses têm o segundo melhor ataque do torneio. Os Azuis foram às redes em 11 oportunidades, e só foram vazados uma vez.

Para avançar à semifinal, a Espanha aposta suas fichas em Roberto Navarro, artilheiro da seleção com três gols no certame. Com um tento a menos, German Valera é outro que vem se destacando com a camisa da Fúria no mundial. Sem passar dificuldade nas quatro primeiras partidas da competição, a França terá pela frente o seu primeiro grande teste no mundial.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *