Sport vence Vitória no Barradão e vai do Z4 à zona da Sula;

ADAURY VELOSO ; Os rubro-negros pernambucanos bateram o Vitória, no estádio Barradão, e voltaram a vencer após dois meses e meio;   Com o gol de hoje, Diego Souza se tornou o maior artilheiro da história do Sport na Série A: 34 gols.

Dois meses e meio depois, nove jogos e muita pressão, chegou ao fim o jejum de vitórias do Sport no Brasileirão 2017. Nesta quinta-feira (12), no Barradão, os pernambucanos bateram o Vitória por 2×1 e não apenas conseguiram deixar a zona de rebaixamento como também pularam seis posições, figurando agora na 11ª colocação, dois pontos á frente da área de degola, somando 33 pontos no total. E após 11 jogos sem marcar, Diego Souza fez o primeiro gol e deu assistência para o segundo, marcado por Lenis. O Leão recifense volta a campo já neste domingo, na Ilha do Retiro, contra o Atlético/MG.

Vencer não era uma questão de opção no Sport. Em crise e com toda a pressão de figurar na zona de rebaixamento, o técnico Vanderlei Luxemburgo optou pela ousadia e deslocou o volante Patrick para a ponta esquerda, deixando o time com apenas dois homens no setor de marcação. A atitude deu resultado. Com apenas um minuto, uma jogada justamente pelo lado esquerdo resultou numa boa chance, desperdiçada por André.

Melhor em campo, o time pernambucano chegou a ter 60% de posse e parecia atuar como mandante em terras soteropolitanas. Aos 23, com Diego Souza, e aos 38, o Sport quase abriu o placar, mas o goleiro Caíque fez duas grandes defesas. Quando tudo parecia se encaminhar para o 0x0, eis que Diego Souza, apagado em campo, acertou uma linda falta e fez 1×0 para o Leão pernambucano.

Com a vantagem no placar, o Sport se deu ao luxo de esperar o Vitória e apostar apenas nos contra-ataques. Em noite pouco inspirada, os comandados de Vágner Mancini não conseguiam furar o bloqueio leonino. E foi numa saída rápida que o Leão recifense matou a partida. Aos 20 minutos, André lançou Diego Souza que deixou Lenis de cara para apenas escorar para o fundo das redes. Valente, o time baiano ainda conseguiu descontar. Em jogada aérea, André Lima ajeitou de cabeça e Tréllez emendou de primeira para diminuir a diferença, mas não evitou a derrota baiana.

Ficha do jogo

Vitória 1

Caíque; Caíque Sá (Danilinho), Ramon, Wallace e Juninho; Uillian Correia, Fillipe Soutto (Patric), David (André Lima), Yago e Neilton; Tréllez. Técnico: Vágner Mancini.

Sport 2

Magrão; Raul Prata, Henríquez, Ronaldo Alves e Mena; Anselmo, Patrick, Wesley (Rodrigo) e Diego Souza; Osvaldo (Lenis) e André (Juninho). Técnico: Vanderlei Luxemburgo.

Local: Barradão (Salvador).
Árbitro: Árbitro: Marcelo Aparecido de Souza (SP).
Assistentes: Anderson José de Moraes Coelho (SP) e Bruno Salgado Rizo (SP).
Gols: Diego Souza (aos 45 do 1ºT). Lenis (aos 20 do 2ºT) e Tréllez (aos 38 do 2ºT).
Cartões amarelos: Uilliam Corrêa (Vitória). Diego Souza, Mena e André (Sport).
Cartão vermelho: André Lima (Vitória).
Público: 17.538; Renda: R$ 285.584,00

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *