SPORT DE ELOGIOS PARA O OSTRACISMO;

Quem diria. Há dois anos um clube rico. Qual o atleta que não queria vestir a camisa rubro-negra da Ilha? era só consultar jogadores que por aqui passaram e os que já faziam parte do elenco.E as informações eram melhores possíveis.Chegou ao ponto de trazer um jogador( Diego Souza), percebendo o maior salário que um atleta já recebeu no Nordeste. Uma folha de R$ 4 milhões.Só que o patrimônio,como a velha olímpica, foi desprezada. Decisões absurdas como demissões de mais de 200 funcionários para contratar uma empresa para administrar setores do clube e esta talvez tenha beneficiado alguém que o fiz chegar na Ilha.

O que cresceu em Termos de patrimônio? Quais os títulos conquistados durante  dois anos? um Estadual do ano passado de maneira duvidosa. Perdeu tudo que disputar no futebol que é seu carro chefe.  Brigas internas entre Conselho e Executiva. O presidente da executiva pensa de uma maneira e o do Conselho de outra. O setor de futebol,o presidente andou e anda perdido mais que cego em tiroteio.Manteve por alguns tempos pessoas que  conhecem a bola porque ela é redonda. O presidente não gosta de velho e contratou Nelsinho Baptista que há 3 anos estava fora do futebol brasileiro. Assim mesmo, o técnico abriu a boca e só não disse que o Sport tinha santo.Antes,traíram um entendido de futebol Pandolfi.Mandaram ele contratar,ou manter contato com Alexandre Gallo e por trás contrataram um ex-Rei Falcão.Chegou com nome de jogador e nunca de treinador.E terminou dispensado.Muda o Departamento de Futebol e leva Guilherme Beltrão para fazer parte. Pensava que ele era o salvador da pátria. Sem dinheiro não se faz nada.Guilherme a quem conheço e trabalhei com ele no clube, sempre foi contra esta diretoria.Mas confiar em alguns diretores é sonhar que o Brasil será campeão.

Mas o assunto aqui é mais sério que uma Copa Universal. O assunto é regional e requer que seja tratado com muita responsabilidade. Como é que há dois anos qualquer jogador gostaria de assinar com o  Sport? O clube era tido como rico e hoje acumula um débito superior aos R$ 😯 milhões e ainda deve dois meses de salários aos jogadores e um mes aos pobres dos funcionários? Não estou querendo falar em desonestidade porque não falo da moral de ninguém,mas na incompetência sim? Os números ou a situação atual do Sport mostra como está tudo errado dentro do clube. E o presidente arrogante, não admite que esteja errado

Será que ele está certo junto com sua diretoria e os demais errados? André saiu do clube, a exemplo de Nelsinho, falando os farrapos.Não do clube  e sim de quem  os comanda. Estão errados os dois? E não venham os “coleguinhas” da imprensa pensar que  não estou acompanhando os acontecimentos. Poucos se salvam. Só sai nas rádios e jornais, notícias de treinamentos, escalação ou contusões de atletas; dirigentes e jogadores falando durante semana inteira e aquilo que o torcedor ou o associado deseja saber,não é divulgado. Porque? Estranho porque o clube não vive somente de futebol,ou seja,o time treinar,jogar e depois os resultados.Vive dos acontecimentos internos no seu dia a dia.

Para finalizar, vem as eleições em dezembro. Aqueles que falavam em Arena, estão silenciosos. Uns sabiam que iriam ganhar dinheiro e outros ficaram com medo porque? Derrubar o estádio Adelmar da Costa Carvalho e não construir a Arena, sabiam que iriam desaparecer do Recife.O presidente passado foi ao exterior visitando três países dizendo que havia consultado algumas construtoras. Nenhuma toparam a construção. Então deu uma de turista e quem pagou as despesas foi o velho Leão da Ilha. Ora, se hoje estamos com um débito maior de R$ 80 milhões como poderia há dois anos passados construir uma Arena?

Se  pouco tempo qualquer jogador queria jogar no Sport, hoje quem deseja vestir o manto sagrado? Destruíram o que se fez. O eleitor pense, analise o que será positivo para o clube. Conversar bonito, aventureiros e lisos que gostam de aparecer, vão aparecer muitos. É preciso saber o passado e a competência de cada um. Outro fator é aquele que deseja exercer o cargo  para aparecer; não pode ver um microfone,um jornalista ou os holofotes de televisão.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *