Santa Cruz traça meta dos 46 pontos;

ADAURY VELOSO ;

Primão confirmou cálculos para próximos dez jogos e pediu foco no Figueira ;

A contagem regressiva para o fim da Série B já começou no último fim de semana. A torcida coral tem feito as suas contas. Na cabeça dos jogadores, também não tem sido diferente. Com cinco jogos no Arruda e cinco longe do Recife, o Santa Cruz precisa somar entre 45 e 46 pontos para escapar do rebaixamento – atualmente tem 29. Conta que pode ser simplificada como vencer todas no Arruda e uma como visitante. Simples apenas na teoria.

O meia Thiago Primão confirmou que o elenco também pensa nesses cálculos e como pode escapar da degola. Porém, não foca em qual rival vencerá ou pode tropeçar. O objetivo é errar o menos possível.
“Encaramos que, nesses dez jogos, temos que perder o mínimo possível e, nesse jogo de sábado (contra o Figueirense, em Florianópolis), temos que ir bem de todo modo. Temos que somar pontos para sair dessa zona incômoda. Temos que chegar nesses 46 pontos que tanto falam”, afirmou.

CONFIRA A CLASSIFICAÇÃO ATUALIZADA DA SÉRIE B DO BRASILEIRO
A tática de vencer todas em casa já aliviaria o peso das costas dos jogadores e facilitaria a vida coral. O problema é que é algo que só poderá ocorrer na última rodada. Deixar para tão tarde pode ser letal para as pretensões do Tricolor. Assim, Primão faz como a maioria do elenco. Pensa em todo o caminho, mas mira a próxima etapa.
“Isso (vencer todas em casa) seria maravilhoso, mas antes de pensar em jogos em casa temos que pensar no Figueirense que é agora fora de casa. Temos que pensar em 15 pontos, mas podemos perder alguns pontos no caminho. Por isso, temos que estar pensando nesse jogo de agora e ir buscar os três pontos lá”, avisou.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *