Os adversários de Náutico, Sport e Santa na Copa do Brasil;

ADAURY VELOSO;

A competição premia o vencedor da rodada com R$ 650 mil. O valor é um desafogo para as equipes, o que aumenta a pressão por vitória;

O trio de ferro da capital pernambucana, Sport, Santa e Náutico, estreia nessa semana na Copa do Brasil. Já nesta terça-feira (12), o Náutico vai até o Maranhão enfrentar o Imperatriz. O Sport joga com a Tombense (MG) na quarta-feira (13) e o Santa Cruz enfrenta o Sinop, do Mato Grosso, na quinta feira (14). Todos confrontos fora de Pernambuco.

A competição premia o vencedor da rodada com R$ 650 mil. O valor é um desafogo para as equipes, o que aumenta a pressão por vitória. O LeiaJá fez uma análise da atual situação dos adversários das equipes pernambucanas na primeira fase da Copa do Brasil. Confira:

Imperatriz do Maranhão

O Náutico é o primeiro das equipes pernambucanas a entrar em campo. Seu adversário nesta terça-feira é o Imperatriz do Maranhão. O inicio de temporada do duas vezes campeão maranhense não tem sido dos melhores. No estadual ocupa apenas a 5° posição, com 5 pontos.

Desde o dia 19 de janeiro, que o Cavalo de Aço não sabe o que é ganhar. A vitória na ocasião, foi contra o Santa Quitéria na primeira rodada do estadual. Depois dos três pontos conquistados, o Imperatriz perdeu para o Moto Club, empatou com Sampaio Correa e Pinheiro.

Mesmo com um início ruim, a equipe maranhense, ciente do retorno financeiro em caso de vitória, tem tratado a partida como jogo do ano nas suas redes sociais e promete um caldeirão no estádio Frei Epifânio, local da partida. O jogo tem inicio marcado as 20h30.

Embed:

Tombense (MG)

Na quarta-feira (13) é a vez do Sport enfrentar os mineiros da Tombense. Apesar de a equipe ser a sétima colocada no Campeonato Mineiro, a única vitória da equipe depois de sete rodadas disputadas foi contra o Atlético-MG, que entrou em campo utilizando os reservas. A vitória foi na segunda rodada.

Desde então, a Tombense acumulou resultados negativos e chegou a ser goleado por 5×0 dentro de casa contra a equipe do Boa Esporte. Sem conseguir reagir no estadual, a equipe deposita suas esperanças para o confronto de quarta-feira pela Copa do Brasil no artilheiro da equipe no estadual, Ademílson com três gols. Outro destaque é o ex-lateral e agora meia Juan, campeão brasileiro pelo Flamengo e que esteve no CSA em 2018.

O confronto, será realizado as 20h30 em Tombos, no estádio Antônio Guimarães de Almeida, e traz duas curiosidades. A primeira é que mesmo em caso de vitória do Sport a equipe rubro-negra não receberá sua cota por ter solicitado adiantamento na gestão de Arnaldo Barros. A segunda é que a partida colocará pai e filho frente a frente. Ricardo Drubscky (foto), treinador do Tombense, é pai do executivo de futebol leonino, Lucas Drubscky.

 

Sinop (MT)

O ultimo pernambucano a entrar em campo é o Santa Cruz, que fará uma longa viagem até Sinop, no Mato Grosso. Conhecido por ser o clube que revelou Rogerio Ceni, que depois virou ídolo do São Paulo, o Sinop-MT faz um início de ano equilibrado no estadual do Mato Grosso. Em quatro jogos, foram duas vitórias, um empate e uma derrota na segunda rodada por 3×0 para o Luverdense.

O Galo do Norte, três vezes campeão estadual, não é muito conhecido no cenário nacional. Porém, a equipe aposta na força dentro de casa no estádio Municipal Massami Uriu, conhecido também como Gigante do Norte. O Sinop-MT não perdeu essa temporada dentro de casa.

Outra arma a ser usada e a velocidade do seu atacante Deivisson Pikachu, de 24 anos. O jogo está marcado para quinta-feira (14), às 21h30.

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *