Itamar vê no Santa Cruz início mais desafiador da carreira:

ADAURY VELOSO =

Desta vez com crítica suavizada, em relação às outras declarações, técnico coral, mais uma vez, tocou no assunto de reforços para o plantel; Não é de agora que o técnico Itamar Schülle cobra reforços da diretoria do Santa Cruz. Em várias oportunidades, publicamente, o treinador coral abriu o verbo, insatisfeito com o assunto. Em um desses casos, inclusive, ameaçou deixar o cargo sob a condição de novos nomes chegarem ao Arruda.

E, na tarde desta quarta-feira, desta vez, na coletiva de imprensa antes do jogo contra o Botafogo-PB, pela Copa do Nordeste, o comandante gaúcho soltou mais uma: na trajetória da sua carreira, disse nunca ter vivenciado o que hoje passa no Tricolor: estar à frente de um clube sem pontas no elenco.  Entretanto, apesar da crítica mais suavizada, disse que optou abraçar o desafio.
“É o início (de carreira) mais difícil para mim. Eu nunca passei em clube nenhum na minha carreira isso. O Santa Cruz foi o primeiro. Mas tudo aquilo que é primeira vez na tua vida te ensina. Ou você vira as costas  e sai ou você encara para fazer o melhor e contar essa experiência para alguém. Isso é confiança no futebol. Nunca estive num clube que eu não tivesse atacante de beirada em velocidade, e aqui não tem nenhum”, declarou.
Outro problema apontado por Itamar Schülle como dificultador é o elenco enxuto que o Santa Cruz possui. Hoje, no total, apenas 28 atletas compõem o elenco. Somada à carência de peças, ainda existe o desgaste físico, associado à maratona de jogos. Prova disso é que, nos últimos 27 dias, o Tricolor disputou 10 partidas.
“A segunda coisa é um elenco pequeno que nós temos. Com tantos jogos, com elenco pequeno a tal da lesão vem. E isso não é culpa da preparação física. Não temos peça de reposição. No jogo de amanhã, com exceção do lateral direito, nós não temos na nossa linha de trás. Então você não tem ninguém. Eu vou ter que improvisar tudo. Você não tem o jogar de articulação, que é o Paulinho. Então ,são coisas difíceis”, finalizou.
Para o jogo contra o Botafogo-PB, nesta quinta-feira, por exemplo, o Santa Cruz terá uma equipe bastante remendada. Fora os desfalques que cumprem suspensão, o zagueiro Wiliam Alves e o lateral esquerdo Fabiano, as ausências garantidas por lesões, são: o zagueiro e capitão do time, Danny Morais, e o volante Paulinho. o artilheiro Pipico ainda é dúvida, mas pode entrar neste “bolo”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *