Apertado’, Pernambucano e Copa do Nordeste;

ADAURY VELOSO =

Conflitos de datas entre Estadual e Regional pode dividir equipes do Trio de Ferro e favorecer times intermediários na disputa local; Depois de mais de quatro meses sem futebol para os clubes pernambucanos, as competições finalmente têm data para recomeçar após os relaxamentos das medidas de isolamento social decorrentes da pandemia da Covid-19. Com o Estadual de volta no dia 19 e o Nordestão retornando três dias depois, porém, as programações dos torneios estão repletas de choques de data, praticamente impossibilitando o uso das equipes principais nos dois torneios.

Faltando apenas uma rodada para o encerramento das primeira fase de ambos torneios, Náutico, Santa Cruz e Sport ainda não têm futuro definido nas duas competições. Enquanto o Tricolor já vai diretamente à semifinal do Estadual, Leão e Timbu correm risco em ambos.
As últimas rodadas das competições acontecem em datas separadas, permitindo que as equipes atuem em ambas, mas, depois, caso avancem, os Pernambucanos terão que escolher uma prioridade, uma vez que as fases subsequentes ocorrem de maneira quase simultânea. Nas quartas de final e nas duas finais, o jogo do Nordestão acontecerá apenas um dia antes da mesma etapa do Pernambucano. Nas semis, o cenário é ainda pior, com uma semifinal no dia anterior e outra no mesmo dia da semi do Estadual.
Para o Santa Cruz, o avanço direto a uma fase mais avançada do Estadual, dá uma maior tranquilidade para focar no Regional. Depois de enfrentar o Sport no Pernambucano, no dia 19, o Tricolor poderá viajar para a Bahia, onde, em Riachão do Jacuípe, a 186 km de Salvador, enfrenta o River/PI, precisando da vitória para seguir na Copa do Nordeste. Depois, com conflito de datas das quartas de final dos torneios, o Santa, se classificando, poderá focar exclusivamente no Regional.
Sport e Náutico, por sua vez, avançando na Copa do Nordeste, terão, inevitavelmente, conflito de datas. Caso avancem no Estadual, jogam as duas quartas de final com um dia de diferença. Se não conseguirem a classificação no Pernambucano, os rivais jogam o quadrangular do rebaixamento nos mesmos dias que os confrontos de quartas de final, semifinal e ida da final do Estadual.
ESPAÇO PARA INTERIOR
Sem um título do interior em 106 disputas estaduais, a divisão de atenção de Sport, Náutico e Santa Cruz, únicos campeões pernambucanos desde a década de 1940, pode ser favorável aos clubes intermediários do estado, que não estão na disputa do Regional.
O chamado Trio de Ferro, com duas competições simultâneas, pode optar pelo uso de equipes ‘B’ ou até de base na competição local, algo que pode ser intensificado pelo cancelamento das competições de base em Pernambuco em 2020. A utilização de equipes mais “fracas” pode ser mais prolongada de acordo com o desempenho dos clubes na Copa do Nordeste, lembrando que nenhum dos três tem vaga garantida na próxima etapa do Regional.
Enquanto o Salgueiro já está classificado à semifinal do Pernambucano, Retrô, de Camaragibe, tem vaga encaminhada às quartas, enquanto Afogados, Central e Petrolina ainda brigam por uma vaga.

CALENDÁRIO

19/07 – Última rodada PE
22/07 – Última rodada NE
25/07 – Quartas NE
26/07 – Quartas PE
28/07 – Semi NE (jogo 1)
29/07 – Semi PE/Semi NE (jogo 2)
01/08 – Final NE
02/08 – Final PE (Ida)
04/08 – Final NE
05/08 – Final PE (Volta)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *